Você sabe o que são “Órfãos do Solar”?



Publicado em 24 de agosto de 2022

Saiba tudo sobre o movimento “órfãos do solar” e como estar preparado.

Não é nenhuma surpresa – principalmente para quem está inserido no mercado de energia solar, seja de forma direta ou indireta – que o setor vem crescendo a cada dia, tanto que esta acabou se tornando a terceira maior fonte da matriz elétrica brasileira com 8,1%, ficando atrás somente das energia Hídrica (53,9%) e Eólica (10,8%), segundo dados da Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

Porém, como toda ação gera uma reação, esse aumento expressivo da procura por energia limpa e, consequentemente, de empresas que disponibilizam este tipo de serviço, houve um movimento (nada agradável) que vem acontecendo em mercados mais maduros, já conhecido como: os “órfãos do solar”.

Pensando nisso, e para falar um pouco mais sobre esse cenário, elaboramos um conteúdo onde iremos explicar o que é o movimento  “órfãos do solar”, quais as principais causas e como evitar que ele aconteça?   

Então, se você gostaria de saber mais sobre o assunto, é só continuar a leitura! 

O que são “órfãos do solar”? 

“Órfãos do solar”, é o termo usado para retratar consumidores e clientes finais, que apesar de terem o seu sistema fotovoltaico instalado – alguns casos essa instalação nem chega a ocorrer – não tiveram o devido suporte e manutenção do seu sistema. Isso porque, a empresa contratada acabou vindo à falência ou deixou de atuar no mercado, abandonando esses consumidores.

Por exemplo, não é incomum para quem é do setor, esbarrar em casos de clientes que estão sem atendimento e suporte em sua usina fotovoltaica, devido a empresa revendedora ter saído do mercado. 

Esses são casos exclusivos de clientes finais e consumidores? 

Engana-se quem pensa que esse problema atinge somente clientes finais e consumidores, já que este percalço, atinge também revendedores, distribuidores, fabricantes, ou seja, toda a cadeia do mercado.

Mercados mais maduros e os “órfãos do solar”

Apesar de ser um tema relativamente novo, os mercados mais maduros como, por exemplo, Estados Unidos, têm sentido o impacto desse problema. 

Afinal, segundo dados, nos primeiros anos do “boom” de instalações fotovoltaicas que o país vivenciou, chegou-se a contabilizar mais de 8,7 mil empresas especialistas em instalações de sistemas fotovoltaicos nos anos 2000.Contudo, ao longo dos anos a quantidade de empresas que continuaram atuantes no mercado, caiu para menos da metade desse número, transformando o país em um verdadeiro “orfanato” de sistemas solares.

Algo similar aconteceu também na Austrália, onde segundo pesquisas, pelo menos 30% dos sistemas solares do país estão “órfãos”. 

Índices de “órfãos do solar” no Brasil

Como mencionamos anteriormente, o termo “órfãos do solar” é relativamente novo, afinal, o mercado de energia solar do país apesar de estar em constante crescimento nos últimos 10 anos, ainda é considerado um tanto quanto novo, já que um terço das empresas revendedoras estão no mercado há apenas um ano.

Contudo, a “falta de maturidade” do mercado brasileiro pode ser uma excelente vantagem, afinal, ao ter o vislumbre do que pode ocorrer com o setor daqui alguns anos, é possível colocar estratégias e ações em práticas para evitar que isso aconteça no país, e assim, preservando fornecedores consumidores e clientes finais de grandes prejuízos.

Principais causas para o surgimento “Órfãos do Solar”

Um dos principais motivos que levaram a esse problema, foi que, com o crescimento  e expansão da energia fotovoltaica no país, o número de empresas interessadas em aproveitar os “dias ensolarados” aumentou consideravelmente, gerando uma verdadeira “guerra” de preços. Essa guerra acaba forçando muitas empresas a reduzirem os custos para conseguir competir no mercado, e com isso, elas não conseguem manter seus compromissos, indo à falência ou desistindo do mercado. A falta de experiência no ramo também se torna um ponto determinante nessa situação.

Contudo, outros aspectos como: mau atendimento ao cliente, equipamentos de baixa qualidade, problemas com questões legais, instalação e manutenção feitas incorretamente, entre outros.

Quais atitudes tomar para evitar os “ órfãos do solar” ?

O primeiro passo a ser tomado é conscientizar os consumidores finais da importância de fazer uma pesquisa de como funciona todo o processo de instalação e manutenção de uma usina fotovoltaica, e os cuidados necessários a curto, médio e a longo prazo. Após essa pesquisa, é necessário analisar quais empresas possuem as características necessárias que mostram que ela é uma empresa sólida e responsável no mercado.

Características de empresas de serviços de instalação de energia solar, sólidas e comprometida

Histórico da empresa

O primeiro passo para quem deseja contratar um fornecedor de serviços de energia solar é pesquisar como é sua atuação no mercado. É importante que essa empresa parceira tenha credibilidade e seja reconhecida como referência no setor.

Nesse quesito, um dos aspectos para investigar é o tempo que a empresa tem de estrada. Isso pesa bastante na expertise e conhecimento técnico da equipe, uma vez que o fornecedor teve a oportunidade de passar por diversas experiências e projetos variados.

Outro ponto importante é a competência técnica. Existem diversas normas que precisam ser cumpridas para que o sistema funcione de forma adequada. Elas levam em conta regras de segurança e leis ambientais.

Qualidade dos equipamentos

A qualidade dos equipamentos interfere diretamente na durabilidade e no bom funcionamento do seu sistema de energia solar. Por isso, é essencial que o fornecedor de serviços de energia solar forneça dispositivos aprovados pelo Inmetro e que sejam condizentes com as necessidades específicas do seu projeto.

Atendimento e pós-venda

O processo de instalação do sistema fotovoltaico demanda certo tempo, pois também depende da homologação da concessionária de energia elétrica. Durante esse tempo, é importante que a empresa mantenha uma boa comunicação com seus clientes, afinal, é normal que surjam dúvidas ao longo do processo. Além disso, esse atendimento pós-venda pode ajudar se houver necessidade de alguma manutenção. E os profissionais que fizeram a instalação, é claro, são os mais indicados para fazer esse tipo de intervenção.

Por isso, pesquise como funciona o atendimento pós-venda e as condições referentes a garantias e assistência técnica. Por ser um equipamento durável e de alta confiabilidade, normalmente, a garantia fica em torno de 10 anos para defeitos de fábrica. Alguns fabricantes, no entanto, podem garantir que os painéis solares perdem até 20% de eficiência no período de 25 anos.

Respeito às normas da ANEEL

A ANELL (Agência Nacional de Energia Elétrica) é responsável pela criação e fiscalização de empresas que geram e distribuem energia no país. Assim, todo fornecedor de serviços de energia solar deve seguir as regulamentações definidas pela agência. Isso assegura que os produtos e serviços prestados serão seguros e de qualidade.

Preços e facilidade de pagamento

Por último e não menos importante, é preciso avaliar o custo total do projeto. Então, verifique se os preços de módulos fotovoltaicos e dos outros dispositivos, bem como do serviço, são coerentes com o que está sendo praticado no mercado. Mas o mais importante é avaliar o custo/benefício das empresas, pois é necessário também avaliar os benefícios que uma empresa pode oferecer para você

“Órfãos do Solar” e novas empresas

Já em relação às novas empresas, é de extrema importância que ao adentrarem no mercado solar, tenham técnicos qualificados, que possuam destreza tanto na instalação como na manutenção dos equipamentos, e que tenham treinamento constante, acompanhando todas as principais tecnologias e mudanças do setor.

Outro ponto de atenção, é em relação a distribuidores e fabricantes. É indispensável, que ao optar por um determinado distribuidor ou fabricante, eles devem possuir uma boa reputação no mercado e preços compatíveis.

Sem mencionar, que uma sólida trajetória no mercado é fundamental, para evitar prejuízos futuros. 

Como a Fator Solar vem se consolidando cada dia mais no mercado solar?

A Fator Solar está no mercado desde 2015, com mais de 290 instalações concluídas, em diversos estados brasileiros. E por isso, temos a extrema capacidade de tirar todas as dúvidas dos nossos clientes, em todas as etapas da implementação. 

Nossos profissionais são extremamente qualificados no assunto, realizando a instalação dos painéis e outros componentes de forma correta, além de utilizar produtos de qualidade, alta durabilidade e segurança.

Com isso, a Fator Solar possui o indicador NPS de 90%, indicando que, na média, há 90% de chance de nossos clientes recomendarem a Fator Solar. Além disso, oferecemos uma garantia de instalação de 24 meses, o que nos diferencia da concorrência que, na sua grande parte, oferece apenas 12 meses.

Saiba mais sobre nossas qualificações, fale conosco.

Veja também

Transformação digital no campo: Como as novas tecnologias têm ajudado negócios!

A energia solar desempenha um papel importante na transformação digital do campo. Então,... Leia Mais

Conheça algumas tendências do mercado de energia solar

Novas tendências do mercado de energia solar estão em estudo. Então, saiba mais sobre... Leia Mais

Conheça as diferenças entre as principais fontes de energia renovável, vantagens e características

A energia solar é uma das principais fontes de energia renovável do planeta. Com certeza você... Leia Mais

 

Onde você quer economizar?

    Campos com * são obrigatórios.



    Campos com * são obrigatórios.